sábado, 23 de abril de 2016

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO CONCURSO DE POESIA CATEGORIA (1º ciclo):

Concluído o processo de apreciação dos poemas, foram apurados os vencedores da 3ª edição do concurso de poesia do agrupamento de escolas “Sebastião da Gama”. Este concurso foi promovido pelas bibliotecas do agrupamento em articulação com professores titulares de turma e Departamento de Línguas. 


A cerimónia de entrega dos prémios e certificados de participação será brevemente divulgado.

À semelhança dos anos anteriores será elaborada uma antologia dos poemas participantes e posteriormente produzido um e-book, a divulgar na página do agrupamento blogue e FaceBook das Bibliotecas Escolares.

Os vencedores são:

1º LUGAR
Matilde de Sousa Pereira Direitinho
Data de nascimento 27/09/2006
EB Azeda – 4ºB


O Sal

O mar agitado 
É o vento a rir 
E o que o acalma
É o sol a sorrir

Quando sopro nas ondas
Vejo um pó a fugir
Olho melhor
É o sal a agir.

O sal é meu amigo
Ajuda-me a cozinhar
E conto com ele
Para me ajudar

Eu posso ser humano
E ele um alimento
Mas somos amigos
Porque ele está no meu sentimento!

O sal é meu amigo
E conta comigo
E espera ainda
Que seja o meu melhor amigo

O sal nasceu no mar 
Nas ondas do sabor
Mas comigo viajamos
Nas ondas do amor!

2º LUGAR
Daniela Faísca dos Santos 
Data de nascimento 01/11/2005
EB Azeda – 4º B


O Sal

O sal é bonito! 
Sabem porquê?
Porque tem pedrinhas 
Que brilham ao sol.

O sal é saboroso!
Sabem porquê?
Porque dá sabor
À nossa vida.

O sal é atrevido! 
Sabem porquê?
Está sempre a saltar
Para a minha comida.
O sal é convencido!
Sabem porquê?
Acha que é importante
Para a nossa saúde.


3º LUGAR
Leonor Branco Batista 
Data de nascimento 07/07/2006
EB Azeda – 4º B


O Sal

O sal marinho 
Que anda pelo mar
Já sei isto de cor 
Porque ando lá a nadar

O sal produz-se
Nas salinas
É uma bela cultura
Do nosso país

Sempre que passo pelo mar
Vejo as ondas chegar
São uma bela paisagem
Que é bonito visitar


Menção honrosa

Maria do Mar Santos Viegas
09/09/2006
EB Azeda - 4º B

O Sal

Oh! Rio Sado
Lugar de tanto sal
Nesse teu areal
Brilhas como cristal

Dás sabor e arte
A muitas gastronomias
És mar na terra
À mesa fazes maravilhas

Sal, salgado
És um condimento adorado
Por todo o reino
És idolatrado



Menção honrosa
Iúri Nogueira Soares 
Data de nascimento , 22/02/2006
EB Azeda - 4ºB

O Sal

O sal sabe tão bem
Na minha sopa
E também 
No meu peixinho
O sal, hoje 
Está muito salgadinho
Mesmo bom para 
Salgar o meu peixinho



Menção honrosa
Francisco Miguel Louro Barracho 
data de nascimento, 04/02/2006 
EB Azeda  - 4ºB

O sal

Está na comida 
No fundo do mar
O sal, tão salgado!
Que na mesa tem que estar

Sou sal, salgado 
Salgadinho, salgadão
Sei ser saudável,
Sei ser malandrão

Comida sem sal
Por vezes não sabe a nada
Oh! Que maçada!
Só apetece pegar o sal da bancada


Sem comentários:

Enviar um comentário

Missão

Vimos dar corpo à fusão recente de agrupamentos, unificar e concretizar a dinâmica de trabalho das nossas bibliotecas.

»»» Embora em construção, este blogue estará sempre em produção.