sábado, 24 de novembro de 2018

TRILHOS DE LEITURA(S) COM SEBASTIÃO DA GAMA -A POESIA DA SERRA

 1.Leitura do poema.
Pedrinho - 2
Dança dentro de um balde,
ao som de um realejo,
uma pulga zarolha
com um caranguejo.

Que trangalhadanças
que é o caranguejo!
Torto de uma perna,
de outra perna coxo.
Mas dança e redança
sua contradança.

Não se paga nada
p´ra ver a festança.
Que grande paródia!
—: Geme o realejo,
saltarica a pulga
coxeia, coxeia
coxeia o caranguejo.

ESTEVAS - Edições Arrábida (2004) e A MINHA ARCA DE NOÉ Edições Arrábida (2006)
Sebastião da Gama

2.Diálogo sobre o poeta Sebastião da Gama, a sua poesia e a serra.
3.Reflexão sobre :
-os defeitos físicos de pessoas e animais.
-A felicidade de cada um refletida na dança e na música.
-A sustentabilidade/proteção da Natureza.

4-Trabalho  artístico e apelativo.
NÃO DEITE LIXO PARA O CHÃO
NEM PARA A SERRA!
 NÃO ATIRE LIXO PARA O MAR
NEM PARA A AREIA DA PRAIA!
 NÃO SE ESQUEÇA DO LIXO NA PRAIA 
E PONHA NO CAIXOTE DO LIXO!
 NÃO DEITE O LIXO NO CHÃO,
ISSO É MUITO FEIO!
LEVE O LIXO CONSIGO,
ISSO FAZ BEM À NATUREZA!  
                                                POR FAVOR, DEITE O LIXO
                                                     NO CAIXOTE DO LIXO!
3ºC, prof. João -Tomás, Madalena, David, Simão, Núria, Tiago, Alícia, Beatriz, Diogo, Santiago, João, Janaina, Breno, Sara, Gabriel, Miguel, Sérgio, Carolina, Nicole, Afonso, Carlota, Joana, Lara e Francisco

Sem comentários:

Enviar um comentário

Missão

Vimos dar corpo à fusão recente de agrupamentos, unificar e concretizar a dinâmica de trabalho das nossas bibliotecas.

»»» Embora em construção, este blogue estará sempre em produção.